Français

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011
No Brasil, eu fiz quatro meses de francês na Aliança Francesa. Gostei muito das aulas, aprendi bastante. Mas terminei o primeiro módulo e nunca mais dei continuidade, confesso que ficou um "trauminha" do francês. Explico: quando eu aprendi inglês foi algo bem natural e gradual, brinco que quando percebi eu já estava falando inglês e nem me dei conta de como aprendi. Quando fui aprender francês foi diferente. O inglês predominava minha mente e eu não sentia que estava em contato com a língua tanto quanto eu precisaria.

Aqui no Canadá as coisas mudaram. Apesar de Montréal ser uma cidade bilingue, o francês predomina, nos cartazes, nas placas, nos sinais, avisos e na primeira abordagem das pessoas que sempre é "Bonjour/Hi". Meu contato com o francês agora é diário e constante. Sinto que nessas três semanas de aulas aqui, já aprendi muito mais que em quatro meses no Brasil.

A Aliança Francesa que não me ouça, mas acho que compensa muito mais guardar a mensalidade que se pagaria em um curso de idiomas no Brasil e investir em um curso no exterior (nem que seja por um mês). O contato é maior, se aprende mais e você ainda volta com a mala cheia de experiência de vida.

1 comentários:

Loida disse...

Just remember people in the UK with a really low level who were practising English all the time - they learnt so much in 2 months! Same should go for all languages!