Nunca viaje sem seguro

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011
Acredito que a dica mais valiosa que eu vou colocar aqui no blog seja essa: NUNCA, em hipótese alguma, viaje para o exterior sem um seguro de saúde.

Não é exagero e a agência (ou o agente) não está querendo te "empurrar" algo só para sua viagem ficar mais cara. Como o nome já diz, é segurança.

Eu sempre fiz seguro, mas nunca precisei usar. Até chegar aqui no Canadá. Vim com uma gripinha leve, que evoluiu para uma SUPER dor de garganta e uma MEGA gripe. Depois de quase uma semana de cama (imagina meu desespero, acabei de chegar no Canadá e não saí da cama) a gripe me presenteou com uma otite que nunca tive na vida. Além de ficar na cama, agora eu estava surda.

O extrato? Depois de passar por duas clínicas médicas, um hospital e incontáveis farmácias, a brincadeira (de mau gosto) saiu por quase MIL dólares. Com todos os recibos, a seguradora me reembolsa e posso usar meu dinheiro de maneira mais agradável. Se eu não tivesse o seguro, eram mil dólares que eu nunca mais veria na minha frente.
Anotou a dica? Só se sabe a importância do seguro depois que se usa ele. Ah e alguns seguros também cobrem perda de bagagem e atraso ou cancelamento de vôos. É um investimento que vale a pena.

2 comentários:

Loida disse...

Sorry to hear about your being so sick. Good you were so wise to get an insurance! Back in the UK I had none, and due to those dang carpets I suffered from feet tendonitis for nearly 1 month... So good advice...!

Anônimo disse...

Isso nao eh historia, eu vi: quando estava em Virginia, US, meu amigo foi atropelado por um carro na vespera de ano novo. Chamamos a emergencia e ela veio muito rapida. A conta para o Raio-X, atendimento e muletas? 3400 dolares!! Eh... Tinhamos seguro-saude! Yaaaayyy! O carro fugiu sem prestar socorro. Booooooo!!